BORBOLETA

BORBOLETA
(composição de Renata Arruda/mariana e Richard/chico Barbosa)

Era uma vez o azul do céu que pinta o papel e molha no mar
Era uma vez uma menininha uma princesinha querendo voar
Ela mistura o céu com sonho e fantasia
Ela imaginou que se transformaria em borboleta
Viajaria o mundo e não se cansaria e pousaria aonde houvesse alegria
A borboleta
E asa ela ganhou pra longe ela voou foi colorindo tudo onde passou
E asa ela ganhou pra longe ela voou foi colorindo tudo onde passou
Era uma vez o azul do céu que pinta o papel e molha no mar
Era uma vez uma menininha uma princesinha querendo voar
Ela mistura o céu em sonho e fantasia
Ela imaginou que se transformaria em borboleta
Viajaria o mundo e não se cansaria e pousaria aonde houvesse alegria
A borboleta
E asa ela ganhou pra longe ela voou foi colorindo tudo onde passou
E asa ela ganhou pra longe ela voou foi colorindo tudo onde passou
foi colorindo tudo onde passou (3 X).

(
Esta música, cantada pela Xuxa, marca muito a nossa vivência com a Cecilinha. A Cecília, que não é nossa filha de sangue, mas será sempre nossa afilhada do CORAÇÃO, alegra a todos com a sua meiguice. Que Deus a abençoe.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Outono. Uma letra musical de Djavan, “comentada” poeticamente com o auxílio de Adelivan Ribeiro

Salta aos olhos ou salta os olhos?

"Se avexe não". Analisada por Adelivan Ribeiro, poeta e jornalista e meu amigo.