TST: Ato nº 638/2013

A Presidência do Tribunal Superior do Trabalho (TST), por meio de ato normativo, prorrogou o prazo para recolhimento de depósitos recursais e prévios, bem como custas processuais, em decorrência da greve bancária.

Veja-se o teor do ATO:


ATO TST nº 638 DE 24.09.2013 (D.O.U.: 25.09.2013)


Prorroga o prazo para recolhimento dos depósitos (prévio e recursal) e das custas processuais, em virtude da greve deflagrada pelos bancários.


O Presidente do Tribunal Superior do Trabalho, no uso das atribuições legais e regimentais, ad referendum do Órgão Especial,


Considerando a deflagração do movimento grevista pela categoria profissional dos bancários,


Considerando o disposto no artigo 775 da CLT, que autoriza a prorrogação dos prazos em virtude de força maior,


Considerando o princípio da razoabilidade contemplado na Constituição Federal,


Resolve :


Art. 1 º Fica prorrogado o prazo para recolhimento dos depósitos (prévio e recursal) e das custas processuais para o terceiro dia útil subsequente ao término do movimento grevista da categoria profissional dos bancários.


Art. 2 º O recolhimento dos depósitos deverá ser comprovado, nos processos em tramitação no Tribunal Superior do Trabalho, até o quinto dia útil subsequente ao da sua efetivação.


Art. 3 º Este ato entra em vigor na data de sua publicação.


Publique-se.


Brasília, 24 de setembro de 2013.


Ministro CARLOS ALBERTO REIS DE PAULA

Presidente do Tribunal Superior do Trabalho

Comentários

Últimas publicações

Salta aos olhos ou salta os olhos?

Outono. Uma letra musical de Djavan, “comentada” poeticamente com o auxílio de Adelivan Ribeiro

A ALIANÇA. De Bastos Tigre