GESTÃO MUNICIPAL - FUNDAÇÃO PÚBLICA E CLT

Fundação pública com personalidade jurídica de direito privado pode adotar o regime celetista para contratação de seus empregados. É constitucional a legislação estadual que determina que o regime jurídico celetista incide sobre as relações de trabalho estabelecidas no âmbito de fundações públicas, com personalidade jurídica de direito privado, destinadas à prestação de serviços de saúde. Assim decidiu o STF: Plenário. ADI 4247/RJ, Rel. Min. Marco Aurélio, julgado em 3/11/2020. E se assim decidiu o STF, para ato normativo estadual, ou para a gestão estadual, tal raciocínio vale para a gestão municipalística.

Comentários

Últimas publicações

Salta aos olhos ou salta os olhos?

Outono. Uma letra musical de Djavan, “comentada” poeticamente com o auxílio de Adelivan Ribeiro

A ALIANÇA. De Bastos Tigre